27 de novembro de 2010

ÚLTIMA APRESENTAÇÃO D'"O FIO MÁGICO" NO TEATRO JOAQUIM CARDOZO-UFPE. NESTE DOMINGO, 16h


O FIO MÁGICO


A encenação utiliza máscaras e bonecos em diferentes técnicas como recortes, fantoches e manipulação direta para contar a história de um menino impaciente que recebe o dom de adiantar o tempo manipulando o fio de sua própria vida. O FIO MÁGICO é uma parábola sobre o tempo e a importância de vivermos e aprendermos com todos os momentos. O espetáculo tem direção músical de Henrique Macêdo, direção geral de Marcondes Lima e é produzido pelo Mão Molenga, grupo recifense que há 24 anos trabalha com bonecos e formas animadas em teatro e vídeo.


Temporada: 06 a 28/11/2010
                       Sábados e Domingos   -   16h
Ingressos: R$10,00 (inteira) e R$5,00 (meia entrada)


Texto: Carla Denise
Direção Geral: Marcondes Lima
Direção Musical: Henrique Macêdo
Produção: Mão Molenga Teatro de Bonecos

"ESTA PROPRIEDADE ESTÁ CONDENADA" TERMINA SUA TEMPORADA NO JOAQUIM CARDOZO, NESTE DOMINGO, 20h


ESTA PROPRIEDADE ESTÁ CONDENADA

"Nos trilhos do trem, nos arredores de uma pequena cidade do Mississipe, numa daquelas manhãs de inverno branquinhas, peculiar daquela região do interior. O céu está branco como leite e o ar está úmido e frio. Por trás da ribanceira há um casarão amarelo e abandonado, que tem aparência de um vazio trágico. Algumas janelas de cima estão bloqueadas e uma parte do telhado não existe mais. O terreno é absolutamente plano. No fundo esquerdo há uma placa "Gin with Jake" e tem uns postes de telefone e algumas árvores sem folhas. O céu está de um grande branco leitoso: corvos, ocasionalmente, produzem um som áspero e violento."

Foto por Samantha Gora

Com texto de Tennessee Williams e realização da LABFil - UFPE, o Grupo baseaTos e a Cia. Cênica Duvidosa buscam aprofundar um trabalho sobre literatura e a sociedade norte-americana da primeira parte do séc. XX. 
A partir da situação de falência e abandono em que a garota Willie se encontra, surgem signos contrastantes; de plenitude e vazio, experiência e juventude, dicotomias que perpassam toda a vida. 
De concepção abstracionista, a montagem busca compor um universo preto que se contrapõe às acrobacias da personagem em seu céu branco, como uma folha de papel. Com Lorena Cronemberger e Samuel Bennaton, direção de Sidmar Gianette.



Temporada: 06  a 28 de novembro
                       Sábado e Domingo    -    20h
Preço Único: R$7,00 (sete reais)


Adaptação do texto de Tennessee Williams
Direção: Sidmar Gianette
Realização e Produção: LABFil/UFPE, Grupo baseaTos e Cia. Cência Duvidosa

26 de novembro de 2010

ÚLTIMAS APRESENTAÇÕES NESTE SÁBADO E DOMINGO, 16h


O FIO MÁGICO


A encenação utiliza máscaras e bonecos em diferentes técnicas como recortes, fantoches e manipulação direta para contar a história de um menino impaciente que recebe o dom de adiantar o tempo manipulando o fio de sua própria vida. O FIO MÁGICO é uma parábola sobre o tempo e a importância de vivermos e aprendermos com todos os momentos. O espetáculo tem direção músical de Henrique Macêdo, direção geral de Marcondes Lima e é produzido pelo Mão Molenga, grupo recifense que há 24 anos trabalha com bonecos e formas animadas em teatro e vídeo.


Temporada: 06 a 28/11/2010
                       Sábados e Domingos   -   16h
Ingressos: R$10,00 (inteira) e R$5,00 (meia entrada)


Texto: Carla Denise
Direção Geral: Marcondes Lima
Direção Musical: Henrique Macêdo
Produção: Mão Molenga Teatro de Bonecos

ÚLTIMAS APRESENTAÇÕES, 20h - SÁBADOS E DOMINGOS


ESTA PROPRIEDADE ESTÁ CONDENADA

"Nos trilhos do trem, nos arredores de uma pequena cidade do Mississipe, numa daquelas manhãs de inverno branquinhas, peculiar daquela região do interior. O céu está branco como leite e o ar está úmido e frio. Por trás da ribanceira há um casarão amarelo e abandonado, que tem aparência de um vazio trágico. Algumas janelas de cima estão bloqueadas e uma parte do telhado não existe mais. O terreno é absolutamente plano. No fundo esquerdo há uma placa "Gin with Jake" e tem uns postes de telefone e algumas árvores sem folhas. O céu está de um grande branco leitoso: corvos, ocasionalmente, produzem um som ápsero e violento."

Foto por Samantha Gora

Com texto de Tennessee Williams e realização da LABFil - UFPE, o Grupo baseaTos e a Cia. Cênica Duvidosa buscam aprofundar um trabalho sobre literatura e a sociedade norte-americana da primeira parte do séc. XX. 
A partir da situação de falência e abandono em que a garota Willie se encontra, surgem signos contrastantes; de plenitude e vazio, experiência e juventude, dicotomias que perpassam toda a vida. 
De concepção abstracionista, a montagem busca compor um universo preto que se contrapõe às acrobacias da personagem em seu céu branco, como uma folha de papel. Com Lorena Cronemberger e Samuel Bennaton, direção de Sidmar Gianette.



Temporada: 06  a 28 de novembro
                       Sábado e Domingo    -    20h
Preço Único: R$7,00 (sete reais)


Adaptação do texto de Tennessee Williams
Direção: Sidmar Gianette
Realização e Produção: LABFil/UFPE, Grupo baseaTos e Cia. Cência Duvidosa

TERMINA SUA TEMPORADA NESTA SEXTA, 26/11, 20h


SER, O NÃO SER



O espetáculo fala do homem racional, que perde sua fé e não se vê mais como um ser completo, mas sim fracionado. E desta fração, a eterna busca pela completude através do outro.
Um pequena odisséia em meio a uma escuridão sem fim, que cria formas e conceitos novos. Uma odisséia que, talvez, se passe somente dentro da cabeça dele (ou de cada um de nós).
Tudo isso contado por meio das técnicas de teatro de formas animadas e teatro negro.


SER, O NÃO SER

Texto e direção: Pedro Cardoso
Produção: Trupe Bonecos do Capibaribe

Temporada: 12 a 26 de novembro de 2010
                         Sextas-feiras    -    20h
Ingressos: R$10,00 (inteira) - R$5,00 (meia entrada)


23 de novembro de 2010

A PARTIR DE HOJE, 23/11, O TEATRO JOAQUIM CARDOZO-UFPE RECEBE PROJETOS PARA A TEMPORADA 2011


O TEATRO JOAQUIM CARDOZO-UFPE, abriu, a partir de hoje, inscrições de projetos para a temporada 2011. 
O Regulamento teve algumas modificações. 
Solicite o Regulamento pelo e-mail: teatrojcardozo@yahoo.com.br ou baixá-lo pelo link ao lado.


20 de novembro de 2010

NESTE DOMINGO, 21/11, 16H


O FIO MÁGICO


A encenação utiliza máscaras e bonecos em diferentes técnicas como recortes, fantoches e manipulação direta para contar a história de um menino impaciente que recebe o dom de adiantar o tempo manipulando o fio de sua própria vida. O FIO MÁGICO é uma parábola sobre o tempo e a importância de vivermos e aprendermos com todos os momentos. O espetáculo tem direção músical de Henrique Macêdo, direção geral de Marcondes Lima e é produzido pelo Mão Molenga, grupo recifense que há 24 anos trabalha com bonecos e formas animadas em teatro e vídeo.


Temporada: 06 a 28/11/2010
                         Sábados e Domingos   -   16h
Ingressos: R$10,00 (inteira) e R$5,00 (meia entrada)


Texto: Carla Denise
Direção Geral: Marcondes Lima
Direção Musical: Henrique Macêdo
Produção: Mão Molenga Teatro de Bonecos

ESTA PROPRIEDADE ESTÁ CONDENADA - NES TE DOMINGO - 20h


ESTA PROPRIEDADE ESTÁ CONDENADA

"Nos trilhos do trem, nos arredores de uma pequena cidade do Mississipe, numa daquelas manhãs de inverno branquinhas, peculiar daquela região do interior. O céu está branco como leite e o ar está úmido e frio. Por trás da ribanceira há um casarão amarelo e abandonado, que tem aparência de um vazio trágico. Algumas janelas de cima estão bloqueadas e uma parte do telhado não existe mais. O terreno é absolutamente plano. No fundo esquerdo há uma placa "Gin with Jake" e tem uns postes de telefone e algumas árvores sem folhas. O céu está de um grande branco leitoso: corvos, ocasionalmente, produzem um som ápsero e violento."

Foto por Samantha Gora

Com texto de Tennessee Williams e realização da LABFil - UFPE, o Grupo baseaTos e a Cia. Cênica Duvidosa buscam aprofundar um trabalho sobre literatura e a sociedade norte-americana da primeira parte do séc. XX. 
A partir da situação de falência e abandono em que a garota Willie se encontra, surgem signos contrastantes; de plenitude e vazio, experiência e juventude, dicotomias que perpassam toda a vida. 
De concepção abstracionista, a montagem busca compor um universo preto que se contrapõe às acrobacias da personagem em seu céu branco, como uma folha de papel. Com Lorena Cronemberger e Samuel Bennaton, direção de Sidmar Gianette.



Temporada: 06  a 28 de novembro
                       Sábado e Domingo    -    20h
Preço Único: R$7,00 (sete reais)


Adaptação do texto de Tennessee Williams
Direção: Sidmar Gianette
Realização e Produção: LABFil/UFPE, Grupo baseaTos e Cia. Cência Duvidosa

NÃO MAIS ENSAIO ABERTO. ESPETÁCULO PRONTO... ESTRÉIA


ESTA PROPRIEDADE ESTÁ CONDENADA

"Nos trilhos do trem, nos arredores de uma pequena cidade do Mississipo, numa daquelas manhãs de inverno brinquinhas, peculiar daquela região do interior. O céi está branco como leite e o ar está úmido e frio. Por trás da ribanceira há um casarão amarelo e abandonado, que tem aparência de um vazio trágico. Algumas janelas de cima estão bloqueadas e uma parte do telhado não existe mais. O terreno é absolutamente plano. No fundo esquerdo há uma placa "Gin with Jake" e tem uns postes de telefone e algumas árvorés sem folhas. O céu está de um grande branco leitoso: corvos, ocasionalmente, produzem um som ápsero e violento."

Foto por Samantha Gora

Com texto de Tennessee Williams e realização da LABFil - UFPE, o Grupo baseaTos e a Cia. Cênica Duvidosa buscam aprofundar um trabalho sobre literatura e a sociedade norte-americana da primeira parte do séc. XX. 
A partir da situação de falência e abandono em que a garota Willie se encontra, surgem signos contrastantes; de plenitude e vazio, experiência e juventude, dicotomias que perpassam toda a vida. 
De concepção abstracionista, a montagem busca compor um universo preto que se contrapõe às acrobacias da personagem em seu céu branco, como uma folha de papel. Com Lorena Cronemberger e Samuel Bennaton, direção de Sidmar Gianette.



Temporada: 06  a 28 de novembro
                         Sábado e Domingo    -    20h
Preço Único: R$7,00 (sete reais)


Adaptação do texto de Tennessee Williams
Direção: Sidmar Gianette
Realização e Produção: LABFil/UFPE, Grupo baseaTos e Cia. Cência Duvidosa

ESPETÁCULO PARA SER VISTO POR CRIANÇAS, ADOLESCENTES E ADULTOS


O FIO MÁGICO

A encenação utiliza máscaras e bonecos em diferentes técnicas como recortes, fantoches e manipulação direta para contar a história de um menino impaciente que recebe o dom de adiantar o tempo manipulando o fio de sua própria vida. O FIO MÁGICO é uma parábola sobre o tempo e a importância de vivermos e aprendermos com todos os momentos. O espetáculo tem direção músical de Henrique Macêdo, direção geral de Marcondes Lima e é produzido pelo Mão Molenga, grupo recifense que há 24 anos trabalha com bonecos e formas animadas em teatro e vídeo.


Temporada: 06 a 28/11/2010
                         Sábados e Domingos   -   16h
Ingressos: R$10,00 (inteira) e R$5,00 (meia entrada)


Texto: Carla Denise
Direção Geral: Marcondes Lima
Direção Musical: Henrique Macêdo
Produção: Mão Molenga Teatro de Bonecos

18 de novembro de 2010

TEATRO NEGRO NESTA SEXTA-FEIRA, 20h.


SER, O NÃO SER


O espetáculo fala do homem racional, que perde sua fé e não se vê mais como um ser completo, mas sim fracionado. E desta fração, a eterna busca pela completude através do outro.
Um pequena odisséia em meio a uma escuridão sem fim, que cria formas e conceitos novos. Uma odisséia que, talvez, se passe somente dentro da cabeça dele (ou de cada um de nós).
Tudo isso contado por meio das técnicas de teatro de formas animadas e teatro negro.


SER, O NÃO SER

Texto e direção: Pedro Cardoso
Produção: Trupe Bonecos do Capibaribe

Temporada: 12 a 26 de novembro de 2010
                         Sextas-feiras    -    20h
Ingressos: R$10,00 (inteira) - R$5,00 (meia entrada)


13 de novembro de 2010

O FIO MÁGICO é um doce espetáculo para crianças, adolescentes e adultos. 14/11, 16h.


O FIO MÁGICO

A encenação utiliza máscaras e bonecos em diferentes técnicas como recortes, fantoches e manipulação direta para contar a história de um menino impaciente que recebe o dom de adiantar o tempo manipulando o fio de sua própria vida. O FIO MÁGICO é uma parábola sobre o tempo e a importância de vivermos e aprendermos com todos os momentos. O espetáculo tem direção músical de Henrique Macêdo, direção geral de Marcondes Lima e é produzido pelo Mão Molenga, grupo recifense que há 24 anos trabalha com bonecos e formas animadas em teatro e vídeo.


Temporada: 06 a 28/11/2010
                         Sábados e Domingos   -   16h
Ingressos: R$10,00 (inteira) e R$5,00 (meia entrada)


Texto: Carla Denise
Direção Geral: Marcondes Lima
Direção Musical: Henrique Macêdo
Produção: Mão Molenga Teatro de Bonecos

ESTÁ PROPRIEDADE ESTÁ CONDENADA, 14/11, 20h.


ESTA PROPRIEDADE ESTÁ CONDENADA

Foto por SAMANTHA GORA
ENSAIO ABERTO 

Com texto de Tennessee Williams e realização da LABFil - UFPE, o Grupo baseaTos e a Cia. Cênica Duvidosa buscam aprofundar um trabalho sobre literatura e a sociedade norte-americana da primeira parte do séc. XX. 
A partir da situação de falência e abandono em que a garota Willie se encontra, surgem signos contrastantes; de plenitude e vazio, experiência e juventude, dicotomias que perpassam toda a vida. 
De concepção abstracionista, a montagem busca compor um universo preto que se contrapõe às acrobacias da personagem em seu céu branco, como uma folha de papel. Com Lorena Cronemberger e Samuel Bennaton, direção de Sidmar Gianette.


Temporada: 06  a 28 de novembro
                         Sábado e Domingo    -    20h
Preço Único: R$7,00 (sete reais)


Adaptação do texto de Tennessee Williams
Direção: Sidmar Gianette
Realização e Produção: LABFil/UFPE, Grupo baseaTos e Cia. Cência Duvidosa

12 de novembro de 2010

O premiado FIO MÁGICO continua em cartaz, sábados e domingos, 16h


O FIO MÁGICO

A encenação utiliza máscaras e bonecos em diferentes técnicas como recortes, fantoches e manipulação direta para contar a história de um menino impaciente que recebe o dom de adiantar o tempo manipulando o fio de sua própria vida. O FIO MÁGICO é uma parábola sobre o tempo e a importância de vivermos e aprendermos com todos os momentos. O espetáculo tem direção músical de Henrique Macêdo, direção geral de Marcondes Lima e é produzido pelo Mão Molenga, grupo recifense que há 24 anos trabalha com bonecos e formas animadas em teatro e vídeo.


Temporada: 06 a 28/11/2010
                         Sábados e Domingos   -   16h
Ingressos: R$10,00 (inteira) e R$5,00 (meia entrada)


Texto: Carla Denise
Direção Geral: Marcondes Lima
Direção Musical: Henrique Macêdo
Produção: Mão Molenga Teatro de Bonecos

O polêmico Sidmar Gianette continua com seu ensaio aberto - ESTA PROPRIEDADE ESTÁ CONDENADA, sábados e domingos, 20h


ESTA PROPRIEDADE ESTÁ CONDENADA

Foto por  SAMANTHA GORA

ENSAIO ABERTO 

Com texto de Tennessee Williams e realização da LABFil - UFPE, o Grupo baseaTos e a Cia. Cênica Duvidosa buscam aprofundar um trabalho sobre literatura e a sociedade norte-americana da primeira parte do séc. XX. 
A partir da situação de falência e abandono em que a garota Willie se encontra, surgem signos contrastantes; de plenitude e vazio, experiência e juventude, dicotomias que perpassam toda a vida. 
De concepção abstracionista, a montagem busca compor um universo preto que se contrapõe às acrobacias da personagem em seu céu branco, como uma folha de papel. Com Lorena Cronemberger e Samuel Bennaton, direção de Sidmar Gianette.


Temporada: 06  a 28 de novembro
                         Sábado e Domingo    -    20h
Preço Único: R$7,00 (sete reais)


Adaptação do texto de Tennessee Williams
Direção: Sidmar Gianette
Realização e Produção: LABFil/UFPE, Grupo baseaTos e Cia. Cência Duvidosa

9 de novembro de 2010

MAIS UMA ESTRÉIA NO TEATRO JOAQUIM CARDOZO-UFPE


O espetáculo SER, O NÃO SER, da Trupe de Bonecos do Capibaribe, estréia nesta sexta-feira.
O espetáculo fala da incompletude do ser humano racional que não se vê mais como um só corpo, que só consegue se enxergar como fragmentos de um todo.
ESTRÉIA: 12 de novembro  -  20h

Uma aventura de duas mãos que, após se perderem de seu corpo original, partem em busca da sua nova identidade, agregando-se a objetos e criando novas formas. Mas, vendo-se sempre incompletas, elas nunca conseguem se adaptar às novas aquisições, que acabam por fugir delas. Um ensaio sobre a incompletudo do ser humas racional, que não se enxerga mais como um só corpo, mas sim como fragmentos de um todo.
Toda a história é contada através de técnicas de manipulação e de teatro negro, com efeitos especiais e mágicos.


SER, O NÃO SER

Texto e direção: Pedro Cardoso
Produção: Trupe Bonecos do Capibaribe

Temporada: 12 a 26 de novembro de 2010
                         Sextas-feiras    -    20h
Ingressos: R$10,00 (inteira) - R$5,00 (meia entrada)


Aos SÁBADOS E DOMINGOS, 16h:


O FIO MÁGICO

A encenação utiliza máscaras e bonecos em diferentes técnicas como recortes, fantoches e manipulação direta para contar a história de um menino impaciente que recebe o dom de adiantar o tempo manipulando o fio de sua própria vida. O FIO MÁGICO é uma parábola sobre o tempo e a importância de vivermos e aprendermos com todos os momentos. O espetáculo tem direção músical de Henrique Macêdo, direção geral de Marcondes Lima e é produzido pelo Mão Molenga, grupo recifense que há 24 anos trabalha com bonecos e formas animadas em teatro e vídeo.


Temporada: 06 a 28/11/2010
                         Sábados e Domingos   -   16h
Ingressos: R$10,00 (inteira) e R$5,00 (meia entrada)


Texto: Carla Denise
Direção Geral: Marcondes Lima
Direção Musical: Henrique Macêdo
Produção: Mão Molenga Teatro de Bonecos


Aos SÁBADOS E DOMINGOS, 20h:

ESTA PROPRIEDADE ESTÁ CONDENADA


Foto por Samantha Gora

ENSAIO ABERTO 

Com texto de Tennessee Williams e realização da LABFil - UFPE, o Grupo baseaTos e a Cia. Cênica Duvidosa buscam aprofundar um trabalho sobre literatura e a sociedade norte-americana da primeira parte do séc. XX. 
A partir da situação de falência e abandono em que a garota Willie se encontra, surgem signos contrastantes; de plenitude e vazio, experiência e juventude, dicotomias que perpassam toda a vida. 
De concepção abstracionista, a montagem busca compor um universo preto que se contrapõe às acrobacias da personagem em seu céu branco, como uma folha de papel. Com Lorena Cronemberger e Samuel Bennaton, direção de Sidmar Gianette.


Temporada: 06  a 28 de novembro
                         Sábado e Domingo    -    20h
Preço Único: R$7,00 (sete reais)


Adaptação do texto de Tennessee Williams
Direção: Sidmar Gianette
Realização e Produção: LABFil/UFPE, Grupo baseaTos e Cia. Cência Duvidosa

5 de novembro de 2010

ESTA PROPRIEDADE ESTÁ CONDENADA ... ENSAIO ABERTO... DOMINGO.... 21h


ENSAIO ABERTO 

ESTA PROPRIEDADE ESTÁ CONDENADA

Com texto de Tennessee Williams e realização da LABFil - UFPE, o Grupo baseaTos e a Cia. Cênica Duvidosa buscam aprofundar um trabalho sobre literatura e a sociedade norte-americana da primeira parte do séc. XX. 
A partir da situação de falência e abandono em que a garota Willie se encontra, surgem signos contrastantes; de plenitude e vazio, experiência e juventude, dicotomias que perpassam toda a vida. 
De concepção abstracionista, a montagem busca compor um universo preto que se contrapõe às acrobacias da personagem em seu céu branco, como uma folha de papel. Com Lorena Cronemberger e Samuel Bennaton, direção de Sidmar Gianette.


Ensaio aberto: 06  e 07 de novembro
                       Sábado e Domingo    -    20h
Preço Único: R$7,00 (sete reais)


Adaptação do texto de Tennessee Williams
Direção: Sidmar Gianette
Realização e Produção: LABFil/UFPE, Grupo baseaTos e Cia. Cência Duvidosa

O FIO MÁGICO - DOMINGO - 16h

O FIO MÁGICO

A encenação utiliza máscaras e bonecos em diferentes técnicas como recortes, fantoches e manipulação direta para contar a história de um menino impaciente que recebe o dom de adiantar o tempo manipulando o fio de sua própria vida. O FIO MÁGICO é uma parábola sobre o tempo e a importância de vivermos e aprendermos com todos os momentos. O espetáculo tem direção músical de Henrique Macêdo, direção geral de Marcondes Lima e é produzido pelo Mão Molenga, grupo recifense que há 24 anos trabalha com bonecos e formas animadas em teatro e vídeo.

Estréia: 06 de novembro

Temporada: 06 a 28/11/2010
Sábados e Domingos   -   16h
Ingressos: R$10,00 (inteira) e R$5,00 (meia entrada)


Texto: Carla Denise
Direção Geral: Marcondes Lima
Direção Musical: Henrique Macêdo
Produção: Mão Molenga Teatro de Bonecos

4 de novembro de 2010

ODEMAR se apresenta nesta sexta-feira, 05/11, às 20h.

Nesta sexta-feira, 05 de novembro, às 20h, a Cia. Máscaras de Teatro encenará, a pedidos, o espetáculo ODEMAR.


"... Perde-te, segue o teu destino e deixa-me...
Eu quem sou para chore e interrogue?
Eu quem  sou para que te fale e te ame?
Eu quem sou para que me perturbe ver-te?
Larga do cais, cresce o sol, ergue-se ouro,
Luzem os telhados dos edifícios do cais.
Todo o lado de cá da cidade brilha..."

ODEMAR
adaptação de ODE MARÍTIMA de Fernando Pessoa.

...um cenário palco que possibilita a aproximação total da cena com a platéia e consegue instaurar sensações. 
O texto narra a história de um homem que, diante do mar num porto marítimo deserto, ao observar a rotina de barcos e navios, entra em delírio extremo, fantasiando sobre as sinistras coisas e tudo que terá acontecido sobre as ondas e nas noites escuras das antigas navegações.

Apresentação única: 05 de novembro
                                 Sexta-feira    -    20h
Ingressos: R$10,00 (inteira) - R$5,00 (meia)

Autor: Fernando Pessoa
Direção: Sebastião Simão Filho
Produção: Cia. Máscaras de Teatro